Título: Liberte meu coração
Autora:
Meg Cabot com Mia Thermopolis
Editora: Galera Record
Páginas: 404
Skoob: Adicione
Lançamento: 2011
Compre:   Amazon – Submarino Saraiva – Americanas Cultura

Olá, pessoas! Decidi indicar a vocês o 1º romance de época que eu li na vida! Já deve ter uns 6 anos que li ‘Liberte meu coração’, a partir de então, me encantei pelo gênero, então vocês verão muitas resenhas sobre romances históricos por aqui!

Esta história se passa na Inglaterra no século XIII. Finnula Crais – caçula de sete irmãos, com apenas 17 anos – é uma moça determinada, esperta, teimosa, audaciosa e bem a frente de seu tempo. Adora usar calças de couro justas e sempre está com seu arco e flecha a tiracolo, pois deseja ganhar o ‘título’ de melhor pontaria de Shropshire. E ela é realmente muito boa!

Finn, como é conhecida pelos íntimos, não é nada parecida com as irmãs ou com as moças da vila, pois não se interessa nem por casamento nem por vestidos. Sabe que é diferente das demais moças, porém não se importa, pois prefere se sentir confortável, fazendo o que tem vontade. Apesar da rebeldia e do gênio forte, ela tem um grande coração! É muito inteligente e esperta, sabe como se livrar dos problemas em que acaba se metendo.

Uma de suas irmãs, Mellana, fica grávida e precisa se casar. Mas, naquela época, as mulheres só conseguiam um casamento bom e respeitado pela sociedade, quando possuíam dotes (lê-se: dinheiro). No entanto, ela gastou todo seu dote comprando futilidades: vestidos, laços, chapéus, entre outras coisas, logo, não é possível pagar mais uma vez por Mellana, então, decide pedir ajuda para sua irmã favorita, que aceita prontamente. Portanto, em um dia, quando Finn estava em uma taverna apenas observando os senhores, com o objetivo de descobrir qual possuía um título, ela analisa um homem jovem e alto, barbudo,  com uma expressão cansada, como se tivesse acabado de voltar de uma viagem. Muito atenta aos detalhes, ela repara em algo importante: ele possui posses!

É aí que nossa protagonista tem a ideia mais maluca! Decide sequestrar esse cavaleiro, já pensando na quantia que exigirá no resgate! Ele é recém chegado das Cruzadas, está com os bolsos cheios de joias e ouro e se chama Hugo Fitzwilliam. 

 — Você acha que sou tola? — ela perguntou. — Que vou ficar extasiada por suas lindas palavras e implorar para você me tomar em seus braços? — ela riu com sarcasmo. — De jeito nenhum!

 

 

Ele não podia deixar que ela tivesse conhecimento do efeito devastador que tinha sobre ele

Finn captura-o, acreditando que conseguiu por seus próprios méritos. Engana-se, pois, Hugo permitiu que ela o sequestrasse, tendo em vista que se sentiu completamente atraído pela pequena e ousada moça. Ele fica curioso pra saber onde que essa história vai dar e, por isso, a acompanha de bom grado.

No caminho de volta à aldeia, ele faz de tudo para tirá-la do sério – o que não é muito difícil – e acaba divertindo-se bastante. A viagem tem partes engraçadas, o casal se provoca muito e começam a descobrir que sentem um forte desejo um pelo outro. Hugo é charmoso, malicioso e tem uma beleza admirável

Porém, nem tudo são flores. Finnula nunca desconfiava que sequestrar um cavaleiro iria lhe trazer tantos problemas!

E, então, os lábios de Hugo estavam sobre os dela, e toda a habilidade de pensar abandonou-a

– O que é isso?
– O que? – perguntou ele de forma arrogante.
– Isso – Ela disse, não havia como se confundir em relação ao que ela estava se referindo quando ela aproximou o quadril e lançou o olhar acusador para a expressão mortificada de Hugo. – É o cabo de uma faca? Você tem uma arma sob o cinto e não me disse ?

Posso dizer que gostei muito da construção dos personagens. O livro é muito bem escrito, tem alguns clichês e, chega a ser um pouco previsível, mas nada que tire o encanto da obra! Há algumas surpresas, que me agradaram muito. Apesar das 404 páginas, a leitura funcionou pra mim: rápida, agradável e envolvente.

Liberte meu coração é divertido, sensual, leve, aventureiro e apaixonante! Adorei o trabalho que a Galera Record fez com a capa, ficou muito fofa! A diagramação também está ótima. Recomendo para você que adora romances, seja com fantasia, new adult, young adult, eróticos, etc. Deem uma chance aos romances de época!

Eu realmente acho que não foi a razão que perdi, donzela Crais, mas meu coração

AVALIAÇÃO: 5/5