Título: Legend- A verdade se tornará lenda – Trilogia Legend # 1
Autora: Marie Lu
Ano: 2012 / Páginas: 256

Idioma: português
Editora: Prumo
Skoob: Adicione
Adquira o seu: Amazon | Americanas | Saraiva | Submarino 

No ano de 2130 D.C, em Los Angeles, o Estados Unidos não existe mais, e sim a República das Américas – com um sistema militar e rígido -, que é liderada pelo Primeiro Eleitor. A República vive em guerra há muitas décadas contra as Colônias, e ninguém sabe por que esta guerra nunca chega ao fim. Também não vamos saber muita coisa sobre as Colônias nesse livro, o foco é a república.

Como uma distopia, é óbvio que a população é manipulada pelo governo opressor. Para fazer parecer que há ‘oportunidade’ de crescimento dentro desse regime, a República aplica Provas para todas as crianças aos 10 anos, onde testam capacidade física, teórica e psicológica, e aquelas que tirarem abaixo de 800, vão para os campos de trabalho forçado. E as que tiverem notas melhores, vão para a faculdade e serão treinadas para ingressar na carreira militar.

Existe ainda, desastres climáticos que acarretaram doenças nas zonas mais pobres, chamadas de ‘pragas’. A elite se vacina, mas como a desiguladade social aqui é absurda, os pobres que possuem praga acabam morrendo a míngua.

June, é uma adolescente de 15 anos, vem de família rica e já é considerada o ‘prodígio’ da República, por ter alcançado a nota máxima nas Provas: 1500. E por ter sido a primeira garota a ter entrado na faculdade aos 12 anos de idade. June é muito inteligente, talentosa, esperta, confiante e uma estrategista de primeira, tem tudo para se dar bem na carreira militar. Se inspira em seu irmão, Metias, um soldado militar e sua única família. Ambos perderam os pais há muitos anos, então tem apenas um ao outro.

“As ações de Day costumavam me fascinar, mas agora ele é meu inimigo, meu alvo, minha primeira missão.(June)

Day, vem de uma família pobre, tem quinze anos e é o criminoso mais procurado da República. Ele vem há muitos anos atrapalhando o governo, furtando coisas, explodindo prédios, aviões, entre outras coisas. Ele também tem habilidades incríveis, é rápido, inteligente e objetivo. Só que nunca matou ninguém, pois essa é sua regra. Day possui uma mãe que está de cama, por conta da praga, 2 irmãos, e uma amiga moradora de rua (Tess), com que se preocupa muito. 

“Minha mãe costumava ter a esperança de que eu renasceria de minhas humildes raízes, de que me tornaria bem-sucedido, e até famoso. Famoso eu sou, mas não da forma que ela tinha em mente. (Day)”

Desde que a praga (uma doença) assolou a sua região, Day está a procura de medicamentos e curas que possa dar a sua mãe, tendo em vista que, somente os ricos são imunes a praga, pois apenas eles possuem dinheiro para comprar a vacina. Day é contra o sistema da República e deixa isso bem claro, diversas vezes durante a leitura.

Um dia, Metias morre e June fica em choque, totalmente desamparada. Por conta de câmeras e testemunhos, todos desconfiam de Day. A chefe de Metias, Comandante Jameson, avisa a June que ela já pode finalizar a faculdade,  e a convida a ingressar em uma patrulha militar. June aceita motivada por um único pensamento: vingar a morte do irmão. Todos acreditam que apenas June conseguirá deter Day.

Mentalmente, faço uma promessa silenciosa dirigida ao assassino do meu irmão: “Vou perseguir você até o inferno. Vou vasculhar as ruas de Los Angeles à sua procura. Se preciso, vou procurar em todas as ruas da República. Vou enganar você, usar de truques, mentir, fraudar, roubar para encontrar você, atraí-lo para que saia do seu esconderijo, e persegui-lo até você não ter mais para onde fugir. Estou fazendo um juramento: sua vida é minha”.

Muita coisa acontece neste livro tão pequeno! Os caminhos de June e Day vão se encontrar, dois adolescentes inteligentes, cheios de adrenalina e com os hormônios em fúria.

A trama é bem intrigante, nos deixa com uma curiosidade e um pé atrás, pois como toda distopia, sabemos que alguma hora, tudo vai dar errado haha. Os capítulos são narrados de forma alternada por June e Day, o que nos dá a perspectiva de ambos, podemos conhecer seus sentimentos, opiniões e frustrações e, creio que por isso, acabei me conectando a eles com facilidade.

Eu mal o conheço…mas às vezes parece que somos a mesma pessoa, nascida em dois mundos diferentes.

O romance acontece em segundo plano e é somente introduzido aqui – conheço muitos que preferem assim, eu não senti falta. A escrita é fácil e fluída, o ritmo da história é muito rápido! Adorei as cenas de ação, foram bem envolventes! Há outros aspectos mais interessantes a serem desenvolvidos, como a política, mas isto só para os próximos dois livros. Gostei também da forma como Marie Lu resgatou o amor entre família e lealdade entre amigos.

-Nunca lhe perguntei sobre esse nome de guerra. Por que Day?
-Porque cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro.

No geral, achei a história bem amarradinha! Marie Lu não tem medo de ousar, ela vai te transportar pra este mundo incrível e, quando você menos esperar, vai querer pegar o próximo volume! Recomendada para todos, especialmente quem curte distopias. 

Já fiz a leitura da trilogia completa, em breve, trago resenha pra vocês! Beijos e até a próxima!

Confira a sinopse do livro:


AVALIAÇÃO: 5/5 + FAVORITO

+