Título: It, a coisa
Autor: Stephen King
Ano: 2014 / Páginas: 1103
Editora: Suma de Letras
Skoob: Adicione

Adquira o seu: Amazon | Americanas | Submarino | Saraiva

SINOPSE: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e… do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em ‘It – A Coisa’, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

ANTES DE TUDO: Foi dificil escrever essa resenha: primeiro, porque eu AMEI MUITO (e quando a gente ama, o sentimento é tão forte que é complicado expressar rs) e segundo, por conta da quantidade de detalhes/personagens/emoções/sensações, mas tentei fazer o meu melhor! Perdão por ter deixado muito extensa, mas é que é necessário falar sobre tudo: 

SOBRE A HISTÓRIA

Em 1958, conhecemos a história de 7 crianças (Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly), que acabam se tornando grandes amigos por conta de um ser maligno, que assombra a cidade de Derry, no Maine.

Eles nomeiam este ser de ‘A coisa’, e ela possui várias formas (que serão apresentadas no decorrer da leitura) mas, geralmente, se apresenta para as crianças como um palhaço. Isso mesmo, o terror de toda criança hahaha (pelo menos o meu)

“George esticou a mão. 
O palhaço agarrou seu braço. 
E George viu o rosto do palhaço mudar.”

Esta coisa assassina muitas pessoas na cidade, especialmente crianças, e de uma forma MUITO cruel e dolorosa. O grupo de amigos está ciente do que A Coisa tem feito com a cidade, porém, não sabem o que fazer. Eles ainda sofrem bullying na escola com frequência e, por se identificarem, acabam se denominando de ‘Clube dos Otários’.

“A sincronia foi perfeita para tudo dar errado para todo mundo.” 

E quando os sonhos viram realidade, eles fogem ao poder do sonhador e se tornam coisas mortais por si só, capazes de ação independente.

Em um primeiro momento, o livro nos relata como cada uma das crianças tiveram sua primeira experiência com A Coisa, como eles viraram amigos e se uniram, decidindo acabar de vez com esta. É exposto também os momentos bons, as brincadeiras, aquela parte gostosa da infância. E principalmente, a amizade deles é retratada de modo verdadeiro e puro, e que será posta a prova no futuro.

-Nós todos flutuamos aqui. Você também vai fluuuuutuar aqui em baixo”

A história alterna entre passado (as crianças conhecendo A Coisa) e presente (eles em sua fase adulta, 20 anos depois).

Conforme vamos avançando no livro, descobrimos que, no passado, de alguma forma, o Clube dos Otários conseguiu se livrar desta Coisa (pelo menos é o que eles pensavam rs). Ainda crianças e juntos, fizeram um pacto de sangue, onde prometem retornar a Derry caso tudo volte a acontecer e a atrapalhar as vidas dos cidadãos. Depois deste pacto, seis das crianças se mudam de estado/país e seguem com suas vidas, agora longe dos problemas. Apenas Mike fica em sua terra natal com seus pais.

A infância tem seus segredos doces e confirma a mortalidade, e que a mortalidade define toda a coragem e todo o amor.

Muitos anos depois, em 1985, a taxa de mortalidade aumentou consideravelmente em Derry, e muitas crianças tem sido assassinadas novamente. Mas só quem sabe disso, é Mike. Os outros estão espalhados pelo mundo. Mike vê tudo acontecer, igual da primeira vez, e decide lembrar os outros 6 de que devem voltar para cumprir o pacto. Eles precisam impedir A Coisa de machucar mais pessoas de uma vez por todas!

“O que ele viu então era terrível o bastante para fazer suas piores fantasias da coisa no porão parecerem doces sonhos; o que ele viu destruiu sua sanidade em um golpe de uma garra”

O mais curioso é que, agora adultos e morando cada um em uma parte do país, nenhum dos seis amigos NUNCA mais entrou em contato. E outra: não conseguem se lembrar de nada do que aconteceu em 1958. Parece que foi algo forte o que aconteceu, igual a um trauma, e por isso, eles não se recordam do que fizeram naquele verão. Tudo por conta da influência que A Coisa tem sob a cidade. Apesar de não se lembrarem de nada, assim que Mike os avisa de que precisam voltar, eles voltam por puro instinto.

“O quanto de nós ficou aqui? O quanto de nós nunca saiu dos canos e esgotos onde a Coisa vivia…e onde a Coisa se alimentava? Foi por isso que esquecemos? Porque parte de cada um de nós nunca teve futuro, nunca cresceu, nunca saiu de Derry? É por isso?”

E é aí que a história vai ficando cada vez melhor. Mas, confesso que fui fisgada pela trama desde suas primeiras páginas. E isso porque, o autor nos apresenta A Coisa agindo desde o começo (com outros personagens), e você fica SUPER curioso pra saber cada vez mais!

A escrita de King é bem descritiva, com uma riqueza de detalhes impressionante! E são detalhes e descrições necessários para a história, foi tudo muito bem pensado! E, por conta disso, me senti diversas vezes dentro do livro, junto com os meus otários <3. Foi uma mistura de emoções lendo It: raiva, alegria, ódio, nojo, empolgação, nervosismo, carinho, entre outras.

“Não estamos sós… A coisa pode estar nos esperando embaixo da cama, no escuro do quarto ou ainda surgir em meio às folhagens de um lindo parque com suas garras enormes…”

Confesso que quando descobri que Stephen King descrevia tudo detalhadamente, fiquei com preguiça de ler. Mas, por ter sido uma leitura coletiva, todo mundo acabou se animando. E depois que você começa a ler, não quer mais parar, eu te garanto! 

Sobre os personagens: São sete, os principais e ainda tem os coadjuvantes. Mas não é difícil de se conectar com eles, pois foram muito bem criados e desenvolvidos, cada qual com suas manias, características, personalidades bem marcantes , carismáticos e, acima de tudo, cada um com seu próprio medo. Não consigo escolher somente um, pois me afeiçoei a todos os protagonistas.

O modo com que King narrou e desenvolveu a história foi perfeito, pois ele vai contando a história desse personagem e pula para a do próximo, e vai fazendo esse rodízio, sempre mostrando várias perspectivas (o que permite que o leitor compreenda melhor o que está acontecendo e saiba dos sentimentos de cada um). No início, não fica muito claro porque ele faz isso, mas no fim, É INCRÍVEL, porque tudo se encaixa perfeitamente! Fui surpreendida, pois ele não deixou nenhuma ponta solta!

{ Vamos abrir um parenteses aqui para uma ÚNICA CENA que não me agradou no livro todo: algo que Bev decide que todos devem fazer para se unir novamente. Sério, eu achei totalmente desnecessária aquela cena, poderia ter passado sem essa! }

ritmo de leitura é frenético, como falei anteriormente. É um livrão, cheio de muito suspense, humor, romance, aventura e muitas cenas de ação. Vocês vão se envolver muito com nossos personagens! Vão se emocionar? Com certeza! Vão se apaixonar por eles e quando acabar o livro, vão pedir BIS! Vão querer mais!  Pois é um livro intenso e que vai deixar saudades!1103 páginas não serão suficientes! Hahahaha

Vá embora e tente continuar a sorrir. Ouça um pouco de rock-and-roll no rádio e vá em direção a toda vida que existe com toda a coragem que você consegue reunir e toda a crença que tem. Seja verdadeiro, seja corajoso, enfrente. Todo o resto é escuridão.

Vocês devem estar se perguntando sobre “A Coisa” né? Querem saber mais sobre o que é ela? Como surgiu? Por que assombra Derry? Ihh, só lendo agora! rs

It, a coisa fala sobre amizade, confiança, superação, medo, amor, maldade, abuso, violência, companheirismo e união. Para mim, a experiência foi maravilhosa e eu leria novamente sim! Sei que tem gente que evita este livro, por achar que irá sentir medo… mas gente, relaxa, não vão sentir medo, pois a história fala SOBRE o medo e não o contrário. Super recomendo esta leitura, acho que todos deveriam ler. Stephen King conseguiu me passar várias lições boas com a história, especialmente o valor da amizade! Sério, eu amei acompanhar a amizade do Clube dos Otários e vê-la crescer e se fortalecer foi lindo também! 

Enfim, é isso, galera, espero que eu tenha conseguido expressar pelo menos 1/3 de TUDO que senti lendo esta obra prima. Agora que conheci Stephen King, não largo mais, pretendo ler todos os seus livros SIM! hahaha Beijos e até a próxima!

 

AVALIAÇÃO: 5/5 + FAVORITO

 


 

SOBRE OS FILMES 

 

Para quem não sabe, já foi feito um filme do livro em 1990, caso queira ver o trailer, clique aqui.  

Agora a melhor notícia! It, a coisa vai ter um remake (finalmente, pois o primeiro filme é bem fraco) e tem seu lançamento marcado para 7 de setembro deste ano! Isso mesmo, galera!!! Soltem foguetes, fãs do SK!!!! 

Para assistir o trailer, clique aqui.