Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Ano: 2015 / Páginas: 422
Skoob: Adicione
Onde encontrar: Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas

SINOPSE: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

Vamos conhecer Nora, um país que divide as pessoas pelo sangue: vermelho e prateado. Os vermelhos são escravizados, são a classe baixa, os criados. Já, os prateados além de fazerem parte da elite, possuem poderes. Todos eles, sem exceção. Só que alguns tem um poder mais fraco, outros mais forte; esse poder gira em torno dos elementos (fogo, ar, água, terra, plantas, ferro, entre vários outros)

Esta é a verdadeira distinção entre prateados e vermelhos: a cor do sangue. Esta única diferença os torna mais fortes, mais inteligentes e melhores que nós

Mare Barrow tem dezessete anos e vive com a irmã mais nova, Gisa, e os pais num ‘barraco’ humilde. Todos que completam 18 anos e não trabalham, são obrigados a se alistar para a guerra. A propósito, nesse mundo aqui, acontece uma guerra há mais de um século. E foi esse o destino dos três irmãos mais velhos de Mare, estão servindo à coroa. Por esse e diversos motivos, Mare odeia os prateados e todo luxo que ostentam; enquanto eles estão fazendo festas, existem vermelhos morrendo de fome e frio. O contraste é um absurdo!

O sangue deles é uma ameaça, um aviso, uma promessa. Não somos iguais e jamais seremos.

Gisa com apenas 14 anos já é uma costureira de mão cheia, sabe tudo sobre alta costura e é a esperança da família, o futuro dos pais. Já, nossa protagonista, não tem nenhum talento e não consegue nenhum trabalho e, por isso, virou uma ladra muito sagaz. Mare sempre volta pra casa com algum objeto furtado, pois acredita que essa é sua única forma de ajudar a família antes de ser convocada para o exército.

Seu melhor amigo, Kilorn, trabalhava como aprendiz mas seu chefe morreu, o que fez com que ele perdesse o emprego. Como completou 18 anos, deverá cumprir seus deveres ou morrerá.Isso desespera Mare, que procura uma alternativa para si e para o amigo, encontrando uma solução com a Guarda Escarlate (um grupo rebelde que é contra a coroa e a desigualdade entre vermelhos e prateados); assim, lhe oferecem a chance de partir com a Guarda e lutar pela liberdade, porém, tem um preço alto que está além do que pode auferir com seus pequenos furtos.

E nós vamos nos levantar. Vermelhos como a aurora.

Com a ajuda de Gisa, nossa protagonista se infiltra nos arredores do palacete com objetivo de sair de lá com algum objeto valioso, mas nada sai como esperado.

Inesperadamente, Mare vira criada do palácio. E, logo nesse dia, está acontecendo uma competição, onde prateadas da nobreza estão exibindo seus poderes, para que o rei escolha a melhor, que se casará com Cal, o príncipe herdeiro. Mais uma vez, acontece uma confusão e Mare descobre na frente de toda a corte que possui poderes. Mas como assim uma vermelha que possui poderes?

Cresci me perguntando todos os dias se haveria comida suficiente para o jantar. Agora estou num palácio prestes a ser devorada viva.

Existem várias espécies de poderes, entre eles estão os telecs, pétreos, verdes, magnetrons, ardentes, ninfoides, lépidos, forçadores, murmuradores, cantores, curandeiros, etc. Mas como o poder de Mare não há igual. Ela é única. E a coroa não gosta nada disso! O que faz com que a vida dela vire de cabeça para baixo novamente. Eles decidem não matá-la, pois, por enquanto, ela é mais útil viva.

Mare é uma garota forte, esperta, corajosa, guerreira e ousada. Como ladra, ela é excelente. Mas foi uma pena não ter lembrado de suas habilidades quando se aproximou da coroa. Ela fica bem boba, pois não percebe coisas que estão na sua cara! Recebe no começo um conselho ‘Todo mundo trai todo mundo’. Inclusive isso é repetido várias vezes!

Você é a mudança controlada, do tipo em que as pessoas podem confiar. Você é a chama lenta que pode dissipar uma revolução com um punhado de discursos e sorrisos.” – Isso por acaso não te lembra uma certa garota em chamas? (leia-se Katniss Everdeen, se não fui clara, JOGOS VORAZES)

O romance demorou a acontecer, é claro, tendo em vista que Mare não confia nos prateados inicialmente. O príncipe herdeiro – Cal – me irritou MUITO! Ele abaixava a cabeça e era totalmente leal ao rei, mesmo sabendo que estava errado e que haviam alternativas pacíficas. Há outro príncipe, Maven, que terá grande destaque na trama. Ele é o oposto de Cal, tem uma opinião própria e rebelde, possui uma visão diferente do mundo.

Prateada e vermelha, e mais forte que ambos.

A Rainha Vermelha é envolvente. Conhecemos uma sociedade obcecada pelo poder e pela opressão e, do outro lado, a luta pela igualdade. Me fez recordar de Jogos vorazes e A Seleção várias vezes. Adorei as cenas em que os prateados mostram seus poderes, foi bem legal conhecer todos.

No início, a leitura foi lenta, mas acabou me prendendo e não consegui largar enquanto não descobrisse o que ia acontecer. Gostaria muito de mais detalhes e explicações sobre esse novo universo. Encontrei muitas lacunas. Mas, como esse é somente o primeiro livro, espero que isso se resolva.Tem várias surpresas, inclusive o final!

Os próximos livros são Espada de Vidro e A Prisão do Rei. O Coroa cruel é um spin off, não é uma leitura obrigatória. Ainda estamos aguardando o lançamento do 4º livro.

Adorei a escrita da Victoria, é fluída e de fácil entendimento. Recomendo a leitura para você que ama distopias e fantasia. É uma série que tem muito potencial, espero que a autora continue assim! É isso, pessoal, até a próxima! Espero que tenham gostado.

AVALIAÇÃO: 4/5