Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 344
Ano: 2011
Skoob: Adicione
Compre: Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas

SINOPSE: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.

Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.

Kelsey Hayes é uma garota de 17 anos que perdeu os pais em um acidente de carro. Vive com seus pais adotivos e está procurando um emprego de verão. Consegue algo temporário num circo, onde sua tarefa é ajudar na venda de ingressos e na alimentação do tigre branco chamado Dhiren – a grande atração do circo. Kelsey se apega muito a ele, fica com dó de vê-lo preso e fadado a seguir ordens, sente que ele vive triste. Então, um dia a sós com Ren, ela deseja que ele possa ser livre e feliz. Mal sabia que, seu desejo quebrou um encantamento que jazia sobre o tigre.

O dono do circo decide vender Dhiren a um comprador riquíssimo, representado pelo Sr. Kadam, o que chateia Kelsey. O Sr. Kadam diz que precisa de alguém para acompanhar o tigre até a viagem para a Índia – que é onde se encontra o misterioso comprador. Oferece a Kelsey a chance de ir e fazer esse serviço, até que Ren esteja devidamente instalado.

Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres podiam demonstrar emoções, mas por algum motivo eu tinha a impressão de que podia sentir seu estado de espírito. Parecia melancólico.

No meio da viagem, já na Índia, o caminhão para e ela decide almoçar. Ao voltar, percebe que seu transporte sumiu e o tigre está sentado, lhe esperando na beira do asfalto. Kelsey acha tudo muito estranho, porém, só lhe resta prosseguir a pé, até encontrar algum tipo de ajuda. Ela e seu companheiro param no meio da floresta e, quando estava distraída, Kelsey se depara com um rapaz de olhos azuis completamente hipnotizantes. Conversando com o rapaz, ela descobre que ele é o tigre e que está preso em uma maldição. Só se transforma em homem durante 24 minutos por dia, um homem lindo, antiquado, atencioso e protetor.

A história da maldição é basicamente sobre traição: Dhiren, um príncipe que foi traído pelo próprio irmão, que aproveitou sua ausência e conquistou a sua noiva. Só que seu irmão, Kishan, também foi traído e assim, surgiu a maldição.

Entre os mitos, perigos e lendas, a amizade entre eles vai se fortalecendo, apesar de serem de mundos diferentes e centenas de anos lhes separarem. Kelsey aceita encarar a grande aventura de ajudar Ren a se libertar da maldição. E percebe que, vai ser mais difícil do que parece. Juntos, terão que arriscar suas vidas, aprendendo a confiar um no outro e em seus próprios corações.

Mesmo descalço e vestido com roupas simplórias, parecia alguém poderoso. E mesmo que não fosse bonito – e ele era extremamente bonito – eu ainda me sentiria atraída por ele. Talvez fosse seu lado tigre. Os tigres sempre me pareceram majestosos. Ele era tão bonito como homem quanto como tigre.

Temos a participação especial do irmão do Kishan, que apesar de aparecer pouco, conseguiu me conquistar com seu jeito selvagem, sexy e arrogante.

O mundo criado pela Colleen é maravilhoso! Sua escrita me cativou! O cenário é a Índia, com sua cultura e seus costumes. Nos aventuramos por diversos locais incríveis, dá vontade de conhecê-los, assim como, de experimentar as delícias que são citadas ao longo da história. Uma parte importante é a lenda da Deusa Durga, que é retratada com riqueza de detalhes, dá pra perceber que a autora realmente pesquisou muito para nos contar essa história.

Acho que me apaixonar por ele seria mergulhar em um precipício. Seria ou a melhor coisa que me aconteceria ou o erro mais idiota que eu cometeria. Faria com que minha vida valesse a pena ou com que eu me chocasse contra as pedras e me arrebentasse completamente. Talvez a coisa mais sábia a fazer fosse desacelerar as coisas. Ser amigos parecia tão mais simples.

Gostei muito da construção dos personagens e de todo o contexto, é uma história bem dinâmica. A capa é realmente apaixonante! Esse é o 1º livro da série, são 4 no total (com 1 extra). Recomendo a vocês que amam uma boa fantasia, curtem um romance ou que adoram aventuras! Confiram a ordem dos livros abaixo:

AVALIAÇÃO: 4/5